domingo, 11 de janeiro de 2009

09/01/2009 - Praia do Pinho - Imbituba - 186 km


Informaram-me que entre as 100 coisas que uma pessoa tem que visitar antes de morrer, encontra-se relacionado o campo de nudismo.
Não é mentira. Foi uma das experiências mais extraordinárias da minha vida. Nunca tinha visto tanta gente pelada na minha vida.
O banheiro era pior que campo de concentração nazista, pois lá os sexos eram separados. Aqui todo mundo toma banho no mesmo banheiro, inclusive crianças, um ao lado do outro. São 5 duchas uma ao lado da outra e sem divisória.
Enquanto uns tomavam banho outros ficavam aguardando, pelados, também.
Para piorar (ou melhorar) existe um enorme espelho, sobre as pias, que cobre toda a parede oposta às duchas. De qualquer jeito que você fica tem que ver alguém pelado. Aí eu tinha vergonha.
Engraçado que ninguém estressava com a espera. Tinha uma mulher que depilava os pelos pubianos, com o prestobarba que seu marido tinha acabado de fazer a barba, na maior calma possível e ninguém chiava ou pedia para ela se apressar.
Aliás este é outro ponto marcante: todo mundo tem um sorriso, meio que padronizado, no rosto. Parece que todo mundo tá dizendo aquele "xis" para fotografia.
Os grupos são mais frequentes que nas praias comuns. Diversas pessoas conversam ao redor de uma mesa, descontraidadamente. É comum ver um homem em pé, na linha de visão das pessoas sentadas, conversando de boa, por longos minutos.
No estacionamento tinham diversos carros da Argentina e do Uruguai, além de diversas cidade do Brasil. Um grupo de Argentinos viu escrito Ushuaia na moto e me abordou, dizendo que já morou lá. Enquanto eles entusiasmavam com minha viagem eu não sabia onde punha meus olhos. Segurava eles para não ir nas mulheres ele ia para as partes baixa dos homens. Aí eu tive que ficar olhando para a moto.
Na minha primeira ida ao banheiro foi engraçado e alguém deve ter rido de mim. Fiquei rodeando o prédio e não via placa de "Ele/Ela", foi quando vi um casal entrar num e eu entrei atrás. Para as necessidades fisiológicas tem portas, ainda bem. rsssss
Atenção: Assim como não gostamos quando alguém nos chama de "motoqueiro" em vez de motociclistas, eles não aceita o termo "nudismo". É NATURISMO. Chic, né?
Na foto aparece eu como vim ao mundo. Alguma coisa estranha, nada mais do que minha mão.

2 comentários:

Familia Leite disse...

E Godois... que cena é essa. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.... Nunca imaginei que veria vc pelado!kkkk...


"pelado pelado.. nú com a mao no bolso"


Parabens pela coragem!

Agora, pode esperar que to com um caminhao de perguntas sobre o dia.. rsrsrsrs....

Haendel Leite

Marlon Rangel disse...

Meu irmão de Deus... Sem palavras! Pra descrever essa cena! Cara sucesso nessa loucura mano! Sucesso!
By Marlon